Bicho de Estimação - Seu portal de adoção Pet

Gostou? Compartilhe

12 dicas importantes para viajar de carro com seu cachorro

12 dicas importantes para viajar de carro com seu cachorro

03/04/2018

Bicho de Estimação - 12 dicas importantes para viajar de carro com seu cachorro

Levar o animal de estimação para curtir as férias em família é muito gostoso, afinal, a diversão é certa. Porém, é preciso se atentar a alguns cuidados para evitar transtornos durante a viagem.

Além disso, existem regras para serem cumpridas e você precisa conhecê-las antes de pegar a estrada. Isso porque o transporte irregular de animais no carro, acarreta em multas, gerando enorme dor de cabeça.

Para não estragar as férias da família toda, anote nossas dicas para viajar de carro com o seu cachorro.


(Imagem: Westie Matilda)

 

 

O que considerar na hora de viajar de carro com o pet

O mercado oferece diversas opções de equipamentos que ajudam no transporte de animais no carro. Eles têm como finalidade oferecer conforto e proteção ao pet, de modo que possam ficar seguros no veículo.

Entre as opções, você pode optar pela kennel, capa protetora pet para o banco do carro, grade divisória, cinto de segurança específico para pets, grade pantográfica para os vidros e assento (disponível e diversos tamanhos, conforme o animal). Cada um desses protege o cachorro em caso de colisão, principalmente, como também garante que o animal não atrapalhe o motorista.

Como garantir uma viagem tranquila com o pet

Para manter o seu cão seguro no carro durante a viagem, anote algumas dicas:    

  1. Não alimente o cachorro quatro horas antes de sair para viajar e no caso da água, deixe-o beber uma hora antes.
  2. Forre o banco do carro ou a caixa de transportes, com um cobertor de uso do animal, assim, ele se sentirá em casa.
  3. Converse com o veterinário sobre a possibilidade de dar calmantes naturais ao cachorro. Não se esqueça de se informar sobre a dosagem, de acordo com o perfil do animal. Avise o médico veterinário sobre a duração da viagem.
  4. Leve os acessórios (brinquedos) do pet para que ele não se estresse.
  5. Não se esqueça das necessidades fisiológicas do animal e pare a cada hora, aproveitando para hidratá-lo, sem excesso.
  6. Não se esqueça da carteira de vacinação do animal, junto de um atestado de trânsito que pode ser retirado com o veterinário (guia de trânsito).
  7. Retire a guia do cachorro para que ele não corra o risco de se enrolar cada vez que se mexer e acabar estrangulado.
  8. Antes do dia da viagem, dê pequenas voltas de carro com o cachorro para que ele se habitue.
  9. Não alimente o seu pet para que ele não fique enjoado.
  10. A temperatura do carro precisa estar próxima da temperatura externa, portanto, esqueça o limite máximo do ar condicionado.
  11. Use sempre equipamentos de segurança adequados ao porte do animal para evitar que ele se machuque a qualquer movimento do veículo.
  12. Tenha sempre um saquinho para pegar o coco e lenços de papel, caso ele vomite. Lenços umedecidos ajudam muito nessas horas.
  13. Coloque em seu cachorro uma fralda veterinária.

Lembre-se que os equipamentos de segurança são necessários, pois evitam que o pet pule no condutor e cause acidente, seja projetado para frente ou até mesmo jogado para fora do veículo, como também evita distrair o motorista.

Seguindo essas dicas para viajar de carro com seu cachorro, você não apenas evita multas e acidentes, mas também proporciona maior conforto ao seu bichinho de estimação.

Por: Andréia Silveira, colaboradora do site SeguroAuto.org.

Gostou? Compartilhe
Relacionados