Bicho de Estimação - Seu portal de adoção Pet

Gostou? Compartilhe

5 cuidados para ter ao levar o cachorro na viagem

5 cuidados para ter ao levar o cachorro na viagem

26/11/2018

Bicho de Estimação - 5 cuidados para ter ao levar o cachorro na viagem

 

Chegada a hora mais desejada: as férias. Mas sempre fica a pergunta: aonde vou deixar meu cachorro? Às vezes, na falta de um parente próximo ou na impossibilidade de deixar em um hotel canino, muitas famílias optam por levar o cãozinho junto nas viagens.

Pode ser muito divertido, mas são necessários uma série de cuidados para que tudo ocorra bem, tanto para a família quanto para o bichinho. Confira algumas medidas a serem tomadas caso você queira levar o seu pet na sua viagem de férias.

 Cuidados para a viagem de férias com seu animal de estimação

Assim como nós, os animais também precisam de cuidados quando se trata de viagens, seja curta ou longa. Para te ajudar a ter uma viagem tranquila com o seu pet, selecionamos aqui algumas dicas. Confira!

  1. Leve em consideração a idade de seu cão

Cãezinhos mais idosos, especialmente aqueles que necessitam de cuidados especiais, ou filhotinhos com menos de 4 meses devem viajar somente em caso de necessidade, estes por conta de não terem todas as vacinas necessárias.

  1. Faça uma visita ao veterinário

Antes de viajar, é legal ter o acompanhamento do seu veterinário, independente se você conta com um plano de saúde para cachorro ou não. Isso é importante para verificar se a vacinação está em dia, talvez aplicar uma dose extra de medicamento antipulgas e também para obter algumas dicas e indicações de remédios para acalmar o pet, caso haja necessidade.

Para viagens internacionais, o cão necessita de um Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido gratuitamente pelo Ministério da Agricultura. Além disso, algumas regiões têm a necessidade de vacinas específicas.

  1. Escolha bem o meio de transporte

Verifique também com o veterinário se o seu cão está apto para uma viagem de avião. Como se cansam e estressam facilmente, opte pelo transporte aéreo no caso de trajetos longos, sempre verificando juntamente a companhia aérea escolhida as regras para se viajar com animais de estimação.

Caso opte pelo transporte terrestre, planeje suas paradas de acordo com a necessidade do pet. É importante acostumá-lo a andar de carro, para que não haja um stress adicional. Além disso, mantenha-o sempre hidratado e a temperatura interna do carro fresca.

É vetado o transporte de animais no banco da frente, assim como na carroceria. Além de acarretar em multa, é um risco para a vida do animal.

  1. Esteja preparado para possíveis enjoos

Mesmo os cachorros mais acostumados, podem ocorrer enjoos. Então evite viajar quando o estômago do bichinho estiver muito cheio. O ideal é não oferecer nem água nem comida por três horas antes de viajar. Durante a viagem, ofereça apenas pequenas quantidades.

Se necessário, peça ao veterinário algum medicamento para enjoo. Além disso, procure dirigir de forma ponderada. Evite com que o animal viaje com a cabeça para fora da janela, além de acentuar o enjoo, é um ato que pode causar risco de vida do animal e até do motorista.

  1. Bagagem

Sim, seu cachorro merece e necessita de uma bagagem! Além de alimentação, medicamentos básicos, é sempre bom levar as coleiras e guias para passeios, caminha ou qualquer objeto em que ele esteja acostumado a dormir, toalhas para banho e brinquedos para distraí-lo, além de sacolas plásticas para coletar as fezes. Chegando ao destino, os brinquedos e objetos conhecidos, passam uma segurança maior para o bichinho, amenizando a percepção da quebra de rotina.

Então, gostou das nossas dicas sobre os principais cuidados para ter com o pet ao levá-lo na viagem? Comente!

Fontes: Agricultura.gov e G1.

Por: Andreia Silveira, do site PlanodeSaude.net.

 

 

Gostou? Compartilhe
Relacionados