11/12/2014

Bicho de Estimação - As Temidas Pulgas

Quem tem cachorro e gato, sabe o drama que é para acabar com as pulgas, pois é elas podem estar bem próximas e todo cuidado e pouco.

É quando a temperatura sobe, que elas tomam conta não só de animais, mas se proliferam por todo o ambiente. Cães e gatos estão na mira das famigeradas pulgas de plantão.

Todo mundo já teve alguma experiência com pulgas, seja no ambiente ou no trato com um animal, elas estão por toda parte, principalmente em locais quentes e úmidos, e como se alimentam de sangue, encontram nos animais o banquete perfeito. São milhares de espécies de pulgas espalhadas pelo mundo.

Com a facilidade com que se movimentam, ou melhor, saltam, fica difícil pegar de jeito esse ser que chega a causar arrepios. O pior de tudo, é que uma pulga tem uma vida média de aproximadamente 1 ano, e uma fêmea pode botar mais de 2 mil ovinhos durante sua existência, ou seja, uma única fêmea pode ser capaz de transformar sua vida e de seu bichinho num verdadeiro inferno.

Num simples passeio pelo bairro com seu cão ou gato, na volta para casa, ele já pode ter pego uma pulga como hóspede. Ao se coçar, o bicho acaba derrubando os ovos nos locais que frequenta em casa, e então inicia-se o ciclo de infestação, do animal para o ambiente e vice-versa. Quando esses ovos eclodem, vem outra leva de pulgas, e se nenhuma atitude for tomada, em breve sua casa estará tomada.

Ao menor sinal de coceira, verifique pontinhos pretos no pêlo do animal, esses pontos que são fezes das pulgas, também, são indícios da presença invasora.

As pulgas ainda são transmissoras de doenças, uma vez que ao picar o animal, várias doenças de pele podem surgir e dependendo do número de pulgas em um mesmo bicho pode haver anemia, além de muitos problemas causados por parasitas, como vermes intestinais, que podem ser transmitidos ao homem.

São muitos os inconvenientes causados, mas uma vez o animal infestado, a ação mais apropriada e a única, é eliminar as pulgas não só nos bichos mas em todo o ambiente.

Os produtos antipulgas são diversos, e para a batalha contra uma infestação, existem no mercado infinitas possibilidades. O importante é não prejudicar a vida do seu bicho de estimação, portanto, escolha o produto adequado e utilize-o de forma correta conforme instruções do fabricante.

Em relação ao ambiente, antes de qualquer coisa, aspire o chão, tapetes, carpetes, dê uma geral nos móveis, principalmente nos lugares em que os bichos costumam se alimentar e dormir, lembrando que as pulgas adotam um estilo sombrio e fogem da luz, portanto, lugares úmidos e escuros são ótimos alvos nessa guerra.

Para não ter erro, certifique-se que o saco do aspirador de pó está bem fechado, antes de descartá-lo.

O próximo passo, é a desinfecção das roupas de cama do animal e da casa, tudo na máquina de lavar de preferência usando água quente.

Use um produto indicado para ambientes, existem tanto para ambientes internos, como para áreas externas, como jardim e quintal, prefira os biodegradáveis.

Repita o processo por algumas semanas, até que se tenha certeza da eliminação total dessas pragas.

Com a casa limpa e devidamente medicada, vem a parte mais cuidadosa, a desinfestação do seu bichinho. Vale para todos os bichos da casa, mesmo que você só tenha visto pulgas em um deles. Tenha o máximo de cuidado na escolha do produto, que deve ser para gato ou para cachorros, alguns produtos de cachorros por exemplo, são tóxicos para gatos.

Leia com atenção as instruções, alguns produtos inclusive têm doses certas para cada quilo do animal, na dúvida, pergunte a um veterinário.

Lembre-se que mesmo alcançando o resultado desejado, sempre monitore seu bichinho para evitar a volta das pulgas, e de vez em quando dê uma borrifada com produtos antipulgas no ambiente, assim você proporcionará uma vida tranquila ao seu bichinho, evitando doenças e estresse.

 Por: Marjorie Borges

Relacionaos

Gostou? Compartilhe