11/12/2014

Bicho de Estimação - O Charme da Tartaruga Aquática

Já pensou em ter uma tartaruga aquática em casa? Parece coisa de criança, mas apesar de ser um bicho que não interage com a gente, não deixa de ter seu charme. Antes de mais nada, é bom pensar nos cuidados para manter sua mais nova amiga de infância, saudável e em segurança.

O primeiro passo é comprar ou montar um aquaterrario, é importante que o tamanho seja satisfatório para comportar de forma confortável a tartaruguinha, lembrando que adulta, ela pode atingir 25 cm quando macho, e 30 cm no caso da fêmea.

A expectativa de vida é de 30 a 60 anos, dependendo dos cuidados atribuídos, por isso pense bem antes de adquirir um bichinho assim.

A água é importante em seu habitat, pois elas amam nadar, portanto, no aquaterrario é interessante ter um espaço mais fundo para o nado, observe o nível de acordo com o tamanho da tartaruga. É bom manter uma parte seca para relaxar também.

O uso de filtro para manter a qualidade da água é uma forma de evitar fungos na pele, a água deve ser trocada com frequência, pelo menos 1/3 dela deve ser retirado toda vez que estiver mais suja.

Assim como as iguanas, as tartarugas precisam de aquecimento, por conta do sangue frio. A temperatura ideal fica entre 24º e 26º, por isso o uso de termostato é de grande valia.

Sua amiguinha precisa de raios UVB para a síntese de vitamina D3, você pode conseguir o efeito através de iluminação, somente lâmpadas para uso em répteis, esse passo é muito importante, para que ela cresça com ossos fortes.

Estando bem instalada, cuide da sua alimentação que deve ser composta de ração própria para tartaruga, além de vegetais e frutas.

Se tiver um par, entenda que o macho aos 2 anos já sé adulto e a fêmea torna-se adulta aos 5 anos. O acasalamento ocorre entre julho e agosto e a desova de setembro a dezembro.

Vale comentar que a tartaruga aquática mais comum para venda é a Trachemys scripta elegans, e como todo cuidado é pouco, proteja o aquaterrario com uma tela e evite acidentes se tem gatos por perto.

No mais, fique sempre de olho nas condições da tartaruga, observe se os olhos estão brilhantes, e se a carapaça está inteira sem nenhuma fissura, a qualquer sinal estranho, leve seu bichinho ao veterinário.

Confira também, Reprodução das Tartarugas Marinhas 

 

Por: Marjorie Borges

Relacionaos

Gostou? Compartilhe